Palácio da Instrução: Biblioteca Estevão de Mendonça

Quem anda pelo Centro de Cuiabá, seja a trabalho ou a passeio, sempre se depara com o belo e imponente prédio do Palácio da Instrução, mas você sabe o que já funcionou lá? E o que é atualmente?

Palácio da Instrução

Palácio da Instrução

 

 

 

  A obra foi inaugurada em 15 de agosto de 1914 pelo então presidente da República Joaquim Augusto da Costa Marques. A construção do prédio obedece a arquitetura da época, com alicerces em pedra canga e cristal, paredes de adobes, com larguras que se aproximam aos 80 centímetros.

 O Palácio da Instrução cumpriu sua função de educandário por 57 anos, abrigando as escolas Liceu Cuiabano, Normal, Modelo Barão de Melgaço e o Museu de História Nacional e Antropologia. Funcionou também no local o Arquivo Público e as extintas Secretaria de Interior e Justiça e Fundação Cultural de Mato Grosso, entre outros órgãos.

 Em 1975, com a criação da Fundação Cultural de Mato Grosso, hoje a Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso (SEC), o prédio foi escolhido como espaço mais adequado para abrigar a produção cultural do Estado. Em 1982, em uma justa homenagem ao seu primeiro diretor e organizador, recebeu o nome de Biblioteca Pública Estadual “Estevão de Mendonça”. A biblioteca foi fundada em 1912, mas inicialmente não era hospedada no Palácio da Instrução, só em 1975 que ela foi reinstalada definitivamente no Palácio.

 A Biblioteca Pública Estadual Estevão Mendonça foi criada para apoiar o ensino e conservar as tradições históricas do Estado e ao longo do tempo foi progredindo e se adaptando ao crescimento da cidade e do seu acervo. Em 2004, como parte da política do Governo Blairo Maggi de modernização do Estado e de suas Instituições, a Biblioteca foi totalmente revitalizada com modernos serviços, equipamentos e novos acervos.

 Instalada nas dependências do Palácio, o acervo da Biblioteca é dividido nas salas de acordo com os temas. Atualmente a Biblioteca Pública conta com um acervo de cerca de 35 mil livros. São obras técnicas, clássicas, didáticas, escolares e profissionalizantes. Além dos acervos, a biblioteca possui salas com oficinas, que são abertas para o público em geral.

 Sala Literatura Mato-grossense: é para quem está visitando Mato Grosso e busca muito mais do que belas paisagens, esse é o lugar ideal para conhecer mais sobre a história, geografia e literatura do Estado. Também há ilustrações da Cuiabá antiga, livros ricos em fotos da fauna e flora local, revistas, recortes, folhetos e documentos da história mato-grossense.

 Sala de Periódicos: têm diversos exemplares de revistas, jornais, folhetos, boletins informativos, folders dos mais variados tipos de assuntos.

 Sala Estudo de Pesquisa: onde tem o acervo geral da biblioteca, é muito freqüentada por estudantes de todos os níveis, esta sala possui obras de referência, dicionários, enciclopédias, biografias, atlas, almanaques, anuários e recortes. É o espaço ideal para fazer pesquisas.

 Sala Ateliê Livre: O Ateliê Livre Osvaldina dos Santos, tem aulas diárias gratuitas de desempenho e pintura, abertas para o público em geral, além de livros técnicos e de referência de algumas obras de artistas plásticos locais.

 Braille – A biblioteca tem um acervo Braille que funciona desde 1987, e é coordenado pelo funcionário Manoel Pinto Moraes. Ele atende o público com informações e orientações especializadas, além de ministrar periodicamente cursos de Braille e Sorobã (instrumento de cálculo). Além de obras impressas e máquinas de escrever em Braille, o acervo conta com obras literárias e clássicos em CD, como: “Vida e Morte Severina” e “A Moreninha”, Geografia da América, História Geral – descobrimento da Índia, Bíblia Sagrada – Antigo Testamento, Código Penal e Constituição de 1988.

 SEBIP – Na Biblioteca Pública funciona o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Estado de Mato Grosso, SEBIP-MT, onde o principal objetivo é promover a dinamização e organização das bibliotecas públicas municipais. Uma das iniciativas é o “Programa de Qualificação das Bibliotecas Públicas”, oferecido pela Fundação Biblioteca Nacional – FBN, feito para capacitar os agentes de leitura para melhor atendimento e funcionamento de sua biblioteca. Cabe também ao SEBIP-MT o cadastramento e recadastramento de todas as bibliotecas Públicas Municipais, escolares e comunitárias, bem como a distribuição de livros enviados pelo Ministério da Cultura.

Processamento Técnico: Toda a estrutura da biblioteca tem o funcionamento apoiado por esse setor. É nele que acontece o registro, catalogação, classificação e indexação dos livros e a distribuição nos respectivos acervos, bem como a compra, permuta e mantém a alimentação das bases de dados bibliográfico e documental.

 A biblioteca participa do projeto “Mato Grosso Ação Digital”, que tem uma parceria da Setecs (Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Cidadania), SEC (Secretaria de Estado de Cultura) e MT Fomento. O acesso a internet é gratuito nos 10 computadores, com a orientação de monitores habilitados na área de informática. A biblioteca possui ainda, um auditório com 44 lugares, telão, mesa de conferência, equipamento de som, data show, ar-condicionado, TV, vídeo e equipamentos para videoconferências virtuais. É um lugar ideal para realização de palestras, cursos e eventos empresariais.

historiadora - MT

historiadora - MT

 

 

Entrevista com Edenise Lima dos Santos, 54 anos, historiadora lotada na biblioteca pela Secretaria de Estado de Cultura, na sala Literatura mato-grossense.

 “Eu estou aqui na biblioteca desde a criação desta sala que trabalho, sala Literatura mato-grossense, trabalho pro Estado faz uns 20 anos. Tem sido muito gratificante tudo isso que eu faço. Aqui na biblioteca eu não ajudo só os outros a aprender, eu também acabo aprendendo, pois a cada livro que chega eu leio para poder passar e ajudar os outros no pouco que sei. Um dia chegou um moço aqui, todo arrumado e me chamou pelo nome, mas e eu nem o reconheci, e ele disse: “Não esta lembrada de mim? Vim trazer meu diploma de medicina para a senhora ver.” Ah! Isso foi demais, é muito gratificante, nos dá uma força para continuar.”

Anúncios

~ por whao em outubro 23, 2008.

2 Respostas to “Palácio da Instrução: Biblioteca Estevão de Mendonça”

  1. Olá…sou produtor de teatro em SP, gostaria de informações sobre teatros grandes da cidade de vcs, podem me ajudar a contactar? obrigado

  2. oi sou artesã faco tela de mosaico em plastico.

    fiquei sabenso q ai no palacio da instruçao a gente pode espor peça de arte gostaria de saber se verdade.

    e cmo posso fazer para expor ai nesse grande monumento da nossa cidade.

    e se é possivel andar a resposta pelo meu email
    att; jamira almeida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: